Quando as máscaras caem

Dizem que as máscaras, depois de algum tempo, sempre caem. Isso é usado pra dizer que uma pessoa um dia mostra a sua verdadeira face.
Exemplo bem atual disso é Marcelo Tas, o âncora do programa humorístico CQC (Custe o Que Custar), da Band.
Sempre o achei um cara engraçado, no começo até assistia ao programa, mas como a televisão de minha casa não pega a Band nitidamente, deixei de assistir. E também por trabalhar no turno da noite, chegava em casa e o programa já havia começado.
Mas quando assistia, notava que quando era alguma piada contra alguém da turma PSDB/Demo, o programa dava uma aliviada.
Dias depois encontrei o seu blog da net e via que ele detonava alguns comentários que fossem contra as ideias dele, principalmente quando alguém se identificava como sendo do PT.
Agora, acessando o blog do Rodrigo Vianna, descubro que a Juventude do Democratas estará organizando um encontro nacional no dia de Finados em Blumenau/SC. E quem é a atração principal para animar a festa???
Ele, o próprio Tas…
O Tas virou palestrante demo.
Caiu a máscara de vez.
Falem o que quiserem, defendam o quanto quiserem o CQC, mas isso não muda em nada minha opinião. E eles já estão começando a cair de maduros também, já não conseguem ser tão engraçados quanto antes. E isso também deve-se à posição mais que reacionária da própria emissora, como vocês podem bem ver nos noticiários…

Um bom feriado para todos!!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e textos pessoais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s