Nova fase

Olá!
Sei que já faz quase dois meses que não posto nada aqui, mas isso se deve a inúmeros motivos, dentres os quais minha mundança de endereço para um lugar bem afastado do centro e da faculdade e o fato de só poder usar a internet dependendo da vontade do Boss… =/
Morar numa cidade cheia de alemão racista como é Ijuí, onde se você tem barba e cabelo cumprido você dificilmente consegue emprego(a não ser que você tenha um padrinho pra conseguir um, como é na grande maioria dos casos), tive que cortar o cabelo (esse mais por que já estava ficando muito armado) e esse domingo tive de fazera barba (fiquei parecendo um adolescente…).
Mas também estou muito feliz, na sexta-feira dia 28 de março eu e a Cláudia nos casamos no civil, isso é ótimo, agora começando a vida junto com uma pessoa que amo muito e que me faz muito feliz.
Nesse tempo sem postar escrevi um artigo, que publiquei no Jornal da Manhã de Ijuí e que repasso pra vocês darem uma olhada.
Grande Abraço!!!
 

Remoção dos trilhos do perímetro urbano de Ijuí: uma velha discussão ainda sem uma solução definitiva.

           

No ano que se passou, voltou novamente à discussão em Ijuí a necessidade da remoção dos trilhos no trajeto que corta o perímetro urbano da cidade. Argumentos são vários, entre os quais a poluição sonora causada pelos trens, principalmente durante a noite e o congestionamento causado pela sua passagem que transpõe algumas das principais ruas da cidade, como a 21 de Abril e a do Comércio, especialmente em horários de pico.

            Analisando algumas fontes disponíveis no Museu Antropológico Diretor Pestana, como o Jornal Correio Serrano, pude comprovar que esta discussão sobre a retirada dos trilhos já acontece pelo menos desde 1964, quando até existia um fundo reservado para a remoção dos trilhos e sua construção em um local mais afastado do centro. Mas isso foi às vésperas do Golpe Militar e o fundo acabou “engavetado”. E de tempos em tempos essa discussão ressurgia, mas sempre sem uma solução definitiva.

            Nisso aparece uma pergunta: por que os trilhos foram construídos naquele local, próximos ao Centro? Por trás dessa resposta havia o interesse de alguns comerciantes da jovem e próspera Colônia Ijuhy do início do século XX. Era sabido já na época que a construção de uma via férrea ligando Ijuí a Cruz Alta melhoraria o escoamentos das safras. Segundo Jaeme Callai (1987, p.13) “a relação entre os comerciantes e o transporte ferroviário se evidenciará nos seguintes episódios. O traçado original previa a passagem dos trilhos na Linha 3 Oeste, mas acabou sendo implantado mais perto do centro pois seria melhor para a cidade (ou para os comerciantes?). Quem doou o terreno para a construção da Estação Ferroviária foi a firma Glitz (de Emílio Glitz), uma das mais importantes empresas comercias de Ijuí e cujos armazéns ficavam praticamente no pátio da Estação”.

            Vale salientar que na época em que foi inaugurada a via (1911), a cidade de Ijuí possuía pouco mais de 15 mil habitantes e seu perímetro urbano se estendia, no sentido Oeste, até as proximidades da Estação e “a precariedade de transportar as mercadorias até o trecho que seria originalmente o da linha férrea fez com que esta se instalasse mais próxima dos pontos comercias existentes nesse período (Mello, Gilvan O. 2006, p.27)”.

            Mas com o passar dos anos a cidade de Ijuí “passou os trilhos” e se tornou uma das principais cidades da região Noroeste do RS e os mesmos trilhos permaneceram no local acompanhando esse crescimento, sendo peça fundamental durante alguns períodos, mas se tornando, anos mais tarde, um obstáculo dentro do seu atual perímetro urbano. Graças ao interesse de algumas famílias que já foram consideradas “tradicionais” no nosso município (principalmente no período inicial da história da cidade), hoje temos esse “empecilho” encravado dentro de nossa cidade. E ainda sem uma solução definitiva.

 

 

ITALO DRAGO

ACADÊMICO DE HISTÓRIA DA UNIJUÍ

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s