Várias variáveis da última semana, um giro pelos principais fatos

Hoje, 19 de setembro de 2007.
Primeiramente eu gostaria de desejar parabéns ao seu Flávio e à dona Carmen (MEUS PAIS) pelos seus 37 anos de casados. Agradecer por toda dedicação e carinho(mesmo que às vezes não aparentando demonstrar) que me deram durante toda minha vida, mesmo eu estando há cinco anos morando longe deles. Puxa, como o tempo passa, mas por um lado foi bom pra mim e foi bom pra todos, eu acredito…
E hoje também completam-se 6 meses de namoro meu e da Cláudia, parabéns pra nós também, meu amor!!
Os últimos dias têm sido bem agitados pelo mundo e pelo Brasil afora.
É a absolvição no Senado do Renan Calheiros, o que eu acho que era visto que ia acontecer, o jogo de interesses que há por trás dos bastidores é muito grande, muitos possuem o "rabo preso" lá dentro. Só discordo muito da cobertura que a imprensa tem desse caso. Agora acusam o PT de ser o responsável pela absolvição do Renan, como se 12 senadores(sendo que Paulo Paim, do PT do RS já havia aberto que iria votar pela cassação do Renan) pudessem interferir pelos votos dos outros 29(isso se esses outros 11 do PT realmente votarm pela absolvição) que votaram pela absolvição do senador alagoano. Por que a imprensa não fala sobre isso?
Por que a imprensa, que faz um alarde tão grande quanto à filha que este senador teve com uma jornalista da TV Globo, não faz o mesmo quanto ao filho de 16 anos que o FHC (ele mesmo) possui mas parece não assumir com outra jornalista da TV Globo??? Dois pesos e duas medidas???
Outra notícia que deu repercussão foi o fato da equipe McLaren de Fórmula 1 ter perdido somente os pontos dos construtores e não o de pilotos no suposto caso de espionagem envolvendo a Ferrari. Como diz um amigo meu, "a McLaren é o Corinthians da F1, rouba mas mesmo assim fica com o título".
Corinthians esse, que está com a "merda até o queixo" depois das denúncias de negócios corruptos envolvendo seus dirigentes e até alguns ex-jogadores. Começo a acreditar (acho que nunca duvidei) de que o Campeonato Brasileiro de 2005 tenha sido comprado por eles, prejudicando diretamente o Internacional, que é quem deveria ficar com o título. Isso que sou gremista, mas continuo achando uma das maiores sacanagens da história do futebol brasileiro.
E por falar em Grêmio e Inter, não posso perder o gancho de tirar um sarrinho dos colorados depois de mais uma derrota deles pra nós no Gre-Nal, 1×0, gol do zagueiro de 19 anos Leo. Pra um time que foi Campeão da América e do Mundo e vice-campeão brasileiro em 2006, ficar em 7° no Gauchão, cair na primeira fase da Libertadores e estar no meio da tabela do Brasileirão de 2007, é uma decadência e tanto…
E pra encerrar meus comentários irônicos dessa semana, hoje também é véspera da maior festa do RS, digamos que é o "Carnaval" dos gaúchos, quando eles tiram suas bombachas e complementos do fundo do armário: a comemoração do começo da "Revolução" Farroupilha, onde o "povo" gaúcho foi a luta por sua liberdade frente ao governo regencial brasileiro.
O que a maioria de nós sabemos é que de "popular" essa "Revolução" não tinha era nada, que ela foi puxada pela elite latifundiária e estancieira da região sul do RS, indignada com os altos impostos cobrado pelo império pelo seus produtos, no caso em questão, do charque (popularmente conhecida em outras regiões do Brasil como ‘carne de sol’,’carne seca’ ou ‘jabá’).
Outro fator que é pouco comentado que era uma revolta que, ao contrário do que tradicionalmente se diz, não tinha caráter abolicionista, pois quando viram que sabiam mais o que fazer com os Lanceiros Negros que ajudaram aos farroupilhas durante a "Revolução", foi feita a "traição da Batalha de Porongos", onde os negros ficaram desguarnecidos em combate e quase todos foram mortos pelo Exército Imperial.
Não gosto de ir a CTG, piquete ou algo semelhante a isso, não visto minha pilcha, durante uma semana do ano, não gosto de "tradicionalismo", para mim nada mais é do que a reprodução de uma ordem de classe. No caso do CTG, é a reprodução da ordem da aristocracia rural, em ordem decrescente começa do Patrão, passando pelo capataz, peão, até chegar às prendas.
Bom, chega de me estender sobre esse assunto, não quero polemizar mais do que sei que isso pode polemizar, pra isso recomendo a vocês lerem "A Invenção das Tradições" de Eric Hobsbawm e Terence Ranger, não é um livro sobre o tradicionalismo gaúcho, mas dá pra ter uma idéia do que é a chamada reprodução de ordem de classe.

Pra quem é do RS, um bom feriadão. Pra quem não for, um bom resto de semana.
Grande abraço!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Crônicas e textos pessoais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s